Casamos!
30 de outubro de 2015
Segundo trimestre e pra variar, mil questões!
23 de novembro de 2015
Exibir Tudo

258

Hoje é o dia mais feliz da minha vida. Dia cinco de novembro você chegou, filho, pra me mostrar um mundo novo, pra me ensinar a ser mãe e a amar além do que eu jamais imaginaria ser capaz.

Há exatos quatro anos estávamos na Perinatal esperando você. A uma hora dessas, minha barriga estava cheia e te restava pouco tempo dentro dela. Muitos braços aguardavam aqui fora, afoitos pra te tocar.

Você chegou à noite, chorando alto, abrindo os pulmões pro mundo, nos fitando com seu olhar escorpiônico profundo. Já te amava tanto ali, que se me falassem que eu te amaria infinitamente mais, acho que eu não ia acreditar. Mas sim, o amor se multiplicou mesmo a cada dia.

Você faz 4 anos e posso enxergar no seu sorriso, aquela felicidade marota que só as crianças sentem quando fazem aniversário.
É que quando a gente fica adulto, vai ficando meio bobo, sabe, filho? Passa a se preocupar com um monte de coisa chata e a não ligar tanto pra coisas tão legais como nosso aniversário.
Ah, mas deixa isso pra lá, aproveita que hoje o dia é SEU!

Há dias você só fala nisso, há dias você acorda de manhã e pergunta:
– Chegou o meu aniversário, mamãe?
– Chegooooooou!!!!!
Há dias você mostra o número 4 com os dedinhos, orgulhoso.
Eu é que tenho orgulho de você, minha cria! Eu é que fico aqui, toda babona com as suas conquistas.

Tô contando os minutos pra te acordar com farra na cama, te encher de beijos no cangote e dizer que o meu desejo é que você viva muitos e muitos anos com saúde e que seja sempre feliz.

Que você continue seguindo pela vida com essa gargalhada frouxa, gostando de cosquinha, rindo de qualquer idiotice que eu faça (tá bem, vai, você não precisa rir das minhas idiotices quando tiver adolescente, mas tudo bem se eu fizer mesmo assim?), com seu sorriso largo, de olhinhos fechados, iluminando tudo ao seu redor.

Obrigada por melhorar o meu olhar, por ser meu GRANDE parceirinho de todas as horas.
Eu não poderia estar em melhor companhia.
Deus te abençoe, meu filho.
Ah, vai ter bolo e brigadeiro na escola, sim. E pode deixar que a mamãe comprou sua Bat Caverna.?

Natália Sambrini
Natália Sambrini
Sou Natalia, mãe do Vicente, roteirista, atriz, produtora, escorpião com ascendente em áries e lua em câncer (pra quem é ligado nos astros), balzaca, brasileira por parte de mãe e paraguaia por parte de pai, carioca da gema, feminista, questionadora, ansiosa, inquieta e insone por natureza... sou coisa a beça! O que eu gosto mesmo é de gente!

4 Comentários

  1. Marcelo disse:

    Na figura de pai mais marido de uma escritora, após esse texto, não tenho muito o que falar né? É isso aí e vamos viver para ele! Amo mt!

  2. Gabi mollica disse:

    Com quem será que o Vivi vai casar?
    Vai depender se a Lulu vai querer!!!!
    Oba!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DESEJA RECEBER NOVIDADES?
Preencha o formulário abaixo e fique por dentro das novidades do Multiplicamor!
Respeitamos as boas práticas de envio de email e não divulgamos suas informações.